sexta-feira, janeiro 20, 2006

O sr. administrador que não pense que dou a outra face...

Meu caro administrador, não gosto do género parada/resposta em sede de discussão de bola, mas esse post não pode ficar sem resposta, até porque quem não se sente não é filho de boa gente.
“só falam quando estão na merda”: que eu saiba nem o SLB nem o meu SCP vão à frente, vocês vão à nossa frente, e secalhar amanhã amocham como amocharam no alguidar contra este mesmo GV, e lá se vai a vantagem. Se jogarem como jogaram contra a Académica é bem possível. Se o árbitro vos levar ao colinho outra vez, aí já não sei. Pelo que eu tenho visto este ano, é raro o jogo em que não o são…

As questões dos emprestados para estes lados não te safas – a duas semanas viu-se que com o SCP jogam, e muitas vezes nos lixamos.

Nas questões com os árbitros a coisa fia mais fino: não são os dirigentes do SLB que arbitram, mas são ex-dirigentes que neles mandam. A discussão do golo do Leiria em Alvalade já deu o que tinha a dar. Com o Belém e com a Académica idem, e ao contrário de vocês se o meu clube é beneficiado, sou o 1º a dizê-lo. Ou não é verdade isto???
Com vocês o fanatismo leva-vos à cegueira, e a reconhecerem uma ajudinha, tem que ser daquelas escandalosas, género o penalti em Braga.
Queres saber a diferença? É esta: por cada penalti não existente que assinalam a favor do SCP ficam pelo menos meia-dúzia por marcar, com o SLB é precisamente o contrário, gamam-vos um penalti por cada meia-dúzia inexistente que marcam a vosso favor. Entra pelos olhos dentro do mais cego dos fanáticos que vocês, de às 2 ou 3 épocas para cá, desde que o amigo e ex-dirigente do SLB Cunha Leal tomou conta dos destinos da Liga de Clubes, e actua em compadrio constante com o Guilherme de Aguiar e com o Major, que vocês são constantemente ajudados, em campo e fora dele.

O ano passado vi um deve e haver d’”o Jogo”, jornal tripeiro e por isso insuspeito quanto a isto, relativamente aos pontos ganhos e perdidos pelo SLB e pelo SCP, resultantes directamente de erros de árbitros. A estatística era impressionante, algo do género SCP com 4 pontos a mais do que devia ter, o SLB com 15 – repito, 15, a mais!!!! Quantos pontos é que tinham de diferença no fim do campeonato? Menos que 15, de certezinha…
Com este estado de coisas, queres que os outros clubes não reclamem? Ao ver que este ano, a coisa repete-se, e o teu clube continua a ser levado ao colo descaradamente???? Falas do Belém e da Académica… e os 2 livres inventados com o Rio-Ave que te deram o empate??? E o golo ajeitado com a mão pelo channel 21 à 2 ou 3 jornadas? E a cuecada ao vosso GR na visita do Setúbal ao alguidar que não valeu? E a mocada no lance do golo no final da super-taça??? E a sarrafada do Petit no Targino com o VG, que nem amarelo levou? E o cruzamento fora de jogo e para lá da linha de fundo com a Académica no domingo passado? O casos repetem-se, sucessivamente, jornada após jornada, e sempre, sempre a favor dos mesmos… tivesse eu um arquivo destas merdas, só das últimas 2 épocas fazia uma caixa de 4 DVD. Queres que os outros comam e calam? Azar…

Fora de campo a coisa não é melhor: Olha a cena do Estoril – o Veigarista detém ilicitamente 88% das acções da SAD dum clube rival, finge que as vende e engana a CMVM, disputa um jogo a 300 kms. de casa alegando vantagens na receita, acaba o jogo contra 9 não se percebe porquê, e com um penalti digno dos Monty Pyton, o dito clube está a ir por agua abaixo e ele assiste de braços cruzados, e não fora o João Lagos dar-lhe a mão acabava mesmo por ir. Queres maior filha da putice do que esta? Ou aliciar jogadores de equipas rivais em vésperas de jogo, aproveitando as dificuldades financeiras do clube, ou emprestar excedentários também em vésperas de jogo. Isto é o quê? Cavalheirismo e desportivismo puro dirão alguns…
A ultima foi o channel 21 levar uma multa pelo bonito gesto do “caldo” em Braga. Vá lá, não castigaram o Braga por espetar 3…

Essa dos treinadores também não é má… o que é que o Tintin ganhou de importante na carreira??? O jogo no Dragão? Ou ser campeão holandês pelo Ajax é um feito??? Tem juízo…

O plantel do SCP é anedótico??? Meu caro, como nós recebemos metade do que vocês receberam para o estádio, e pagamos impostos e segurança social a horas e sem recurso a subterfúgios com ex-tesoureiros membros do governo (sim, esse mesmo que aceitou acções sem cotação em bolsa como garantia de pagamento das vossas dividas ao fisco. Sim, essas que vocês diziam não existir, depois que existiam mas não pagavam por não saber quanto valiam, depois não queriam pagar os juros como qualquer contribuinte. Mais uma...), e não passamos por ridicularias labregas, género operação coração ou kit sócio, e temos um plano de recuperação financeira que passa por formar e vender jogadores, e não comprar tudo o que mexe, e também porque temos um orçamento para o futebol que é metade do vosso, e p’raí 1/5 do FCP. Temos o que podemos ter.
Gostavas de ter 6 jogadores das escolas do teu clube no 11 inicial??? Ou ter atletas que representam o clube à 16 anos? Ou ver que as vedetas dos principais rivais vieram da nossa formação? Ou ver a quantidade de jogadores das nossas escolas que brilham por esses campeonatos fora, o nosso inclusive? Desde o Rui Costa, qual foi o prodígio que vocês lançaram? Diferenças…

Cada qual tem o que pode, vocês compram zucas ao desbarato, acertam às vezes, muitas vezes sai banhada. Nós formamos jogadores de qualidade, vendemos, fazemos dinheiro, equilibramos as contas. Às vezes sacamos bons estrangeiros, também levamos uns barretes… e prefiro ver na minha equipa uma maioria de jogadores portugueses, a ver uma salganhada de nacionalidades como já tivemos

11 comentários:

Miguel disse...

Deixem o Ricardo jogar...
AHAHAHAHAHAHAH...

Tripeirossos disse...

Camarada antónis, quando falas, falas bem!

Superminizinha disse...

Gordinho... As vezes acho que só les metade do que esta escrito. Onde é que eu falei dos emprestados pelo Sportém? E nunca neguei, em parte alguma do que escrevi, que por vezes existem erros a favorecer o Benfas.

Apenas quis lembrar que o sol quando nasce é para todos, e que beneficios tocam a todos, numas epocas mais a uns, noutras mais a outros.

Contigo a conversa é sempre a mesma...

Edson Arantes do Nascimento disse...

Peço desculpa mas a minha resposta a esta posta fácil e com erros que dava para fazer outras vinte postas, vai ser curto e grosso:

Olha Antónis vai para aquele sítio que conheces bem!!

Tu não sabes do que falas e escreves como se soubesses, foda-se!

Alguma vez me viste a discutir leis contigo?

Não viste nem nunca vais ver, NÃO TENHO COMPETêNCIA PARA TAL!

Aproveito ainda para transcrever esta notícia.

«Euro 2004: Tribunal de Contas diz que a Câmara Municipal «concedeu desmesurado apoio ao F.C. Porto»

Um relatório do Tribunal de Contas considera, após uma auditoria aos apoios municipais concedidos aos clubes com estádios do Euro 2004, que houve um claro favorecimento nos apoios imobiliários aos ditos clubes.

Em particular ao F.C. Porto, através dos terrenos no âmbito do Plano Pormenor das Antas. A Câmara Municipal do Porto concedeu apoios totais na ordem dos 89 milhões de euros, sendo que 88 milhões desse total foram para o F.C. Porto e apenas um milhão para o Boavista.

O relatório diz que este favorecimento aos azuis e brancos foi feito através do valor de alguns dos terrenos entregues pelo município ao clube, os quais «foram subavaliados para quase um terço do seu valor comercial», adiantando que «através da distorção do conceito legal de comparticipação financeira foi possível à autarquia conceder desmesurado apoio imobiliário ao F.C. Porto, proveniente do património público autárquico, traduzível e redutível, naturalmente, à noção de dinheiros públicos».

Por tudo o que foi dito atrás o documento do Tribunal de Contas considera que «o contrato está gizado de molde a proteger generosamente o interesse do F.C. Porto, em detrimento do razoável acautelamento do interesse público e dos dinheiros públicos».

Benfica e Sporting receberam também apoio «bastante avultado»

Mas não é só o F.C. Porto que foi beneficiado. Também na capital o Tribunal de Contas considera ter havido um apoio «bastante avultado» à luz do teor dos contratos-programa celebrados pela Câmara Municipal de Lisboa com os dois clubes e com a EPUL.

Ainda que não tivesse sido ainda possível quantificar com exactidão o valor financeiro envolvido no apoio ao Benfica e Sporting, o documento considera que «as contrapartidas exigidas por parte do município e da EPUL não oneraram excessivamente os clubes, podendo-se daí induzir que existe um significativo desequilíbrio a favor dos clubes que beneficiaram das cláusulas de ordem financeira.»

Vê lá, tu até sabes coisas que o Tribunal de Contas não conseguiu apurar, quando dizes «nós recebemos metade do que vocês receberam para o estádio».

Diz-me, então, quais foram os valores? Fico à espera.

Também já te expliquei que o Veiga não enganou a CMVM simplesmente porque não conseguiu!

Deixo ainda outra notícia, sobre passivos e contas e «jogadores de qualidade, [que] vendemos, fazemos dinheiro e equilibramos as contas»:

«A situação financeira actual do Sporting é bastante problemática e atinge dívidas no valor de 400 milhões de euros. Quem o garante é Subtil de Sousa, um dos 77 elementos do Movimento Sporting Renovado, fundado em 1999.

O também membro do Conselho Leonino sublinhou, ontem à tarde, numa unidade hoteleira em Lisboa, que o passivo do clube aumentou consideravelmente em mais de uma década.

"Em 1992, o passivo do Sporting era de 10 milhões de contos. No presente, é de 80 milhões de contos [400 milhões de euros] na moeda antiga", vincou.»

Não fui eu que disse, fui um correlegionário teu.

Bekx disse...

Em relação aos apoios recebidos pelos clubes:

O Sporting recebeu da autarquia 10 milhões de euros, e o Benfica 49 milhões, enquanto o Porto teve uma participação nas infra-estruturas por parte da Câmara de 150 milhões de euros. Se entrarmos em comparações, estamos a falar de 1/5 em relação ao Benfica, e 1/15 no caso do Porto.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Fonte?

Edson Arantes do Nascimento disse...

O Tribunal de Contas fala em 89 milhões para o Porto.

Parece-me um organismo mais fiável do que o Bekx, que fala em 150 milhões (uma diferença de "apenas" 60 milhões de euros) sem especificar donde eles surjem.

Pelo menos até prova em contrário.

Bekx disse...

Os 89 milhões de euros dizem respeito a contrapartidas directas. As trocas de terrenos correpondem à valorização restante, não contabilizada pelo tribunal de contas. A fonte é um ex-membro do C.Fiscal do Benfica.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Teu conhecido ou amigo-do-primo-da-vizinha-que-namora-com-o-Jaquim-das-Couves?

E os valores de Sporting e Benfica, já contemplam valorizações posteriores (porque também houve troca de terrenos entre os clubes e a EPUL via Câmara Municipal) ou só dizem respeito às «contrapartidas directas»?

Bekx disse...

Meu conhecido. Os valores do SCP e do SLB já contemplam as valorizações posteriores.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Confio, então.