quinta-feira, julho 30, 2009

Em vésperas do início da Liga Estalada 09/10, o actual campeão cede entrevista exclusiva ao jornal “A Bola”



Quando faltam apenas algumas semanas para o início da Liga Estalada 09/10, Ron Jeremias é um homem sereno. Fomos encontrá-lo no “Doce Ericeira“, onde merece o voto de confiança popular e as palavras simpáticas do Sr. Rui (descreve-o como o “menino de ouro da aposta semanal”). A indecisão entre o croissant com queijo e a empada de atum não se reflecte no discurso daquele que na próxima temporada acumulará a tarefa de gerir a Liga Estalada e defender o título de campeão. Ron Jeremias fala sem rodeios, parte a loiça no melhor estilo Mourinho e respondeu a todas as questões d’ “A Bola”.

Acredita que esta temporada trará dificuldade acrescida?

Sim, admito que sim. Os participantes mais irregulares da anterior edição vão, desta vez, querer manter outro ritmo de competição. Além disso, adversários como Rhodes ou Cheech são tipicamente fortes na pontaria da chave de aposta. Tripeirossos é muito perspicaz na previsão do resultado dos clubes rivais, mas vacila muitas vezes nas deslocações do F.C. Porto. Os jogos do Porto diante do Leixões não lhe facilitaram a vida o ano passado.

Achou demasiado fácil a luta pelo topo na Liga anterior?

Não diria fácil. Fui essencialmente regular, mantendo a média de 4 resultados certos por semana, o que acabou por ser suficiente. Só na recta final senti um conforto que nunca sentira nesta competição. Demorei 2 minutos a pensar na aposta da última jornada da Liga anterior.




Foi, mesmo assim, um título que gerou alguma polémica entre participantes e opinadores atentos?

Sem dúvida. (refere num tom Simão Sabrosa) No fim, acabou por transformar alguma inveja em calúnias e a direcção da Liga sujeitou-se uma vez mais a todo o tipo de acusações infundadas. É absurdo pensar num novo sistema de contagem, quando o corrente deixa todos num plano igual no que respeita a “fiscalizar” isso mesmo. Não alinho em polémicas. Vou continuar a ignorar comments desse garotão que passou um ano a fugir da competição perdido na busca ridícula de uma casa mítica.

Refere-se exactamente a quem quando menciona esse “garotão”?

Vocês sabem de quem estou a falar…



Atendendo a que é também o responsável pela Liga, pode levantar um pouco o véu acerca das novidades na próxima época de Estalada?

Por esta altura estuda-se a hipótese de anunciar muito brevemente o formato da Taça Estalada. Será uma competição bonita e que pode proporcionar embates clássicos. Creio que a Estalada conhecerá também o factor festivo da Taça. Se Marlon Brandão ganhar uma qualquer eliminatória, haverá motivos para repetir aquela frase mágica: “Houve Taça.”

Uma última questão. Que perspectivas mantém para repastos na próxima época?

Essa é uma pasta em que o dirigente HR tem uma palavra determinante. E, como se sabe, HR prefere um sítio típico. Eu gostava que não se repetissem tascos anteriores, mas Grémio é uma opção quase sempre consensual, embora tenha proporcionado uma noite desportivamente triste na última ocasião. Mas HR é um excelente anfitrião e eu espero que no jantar de Dezembro volte a haver qualquer coisa como aquele Pai Natal com a bola giratória sobre os pés. É para mim um dos momentos altos de toda a minha vivência como membro do Estalada. Tenho apenas uma certeza em relação à escolha de lugar para repasto: durante o meu mandato, posso garantir que um jantar nunca decorreria no La Calha. Não quero ver o meu currículo manchado por uma intoxicação alimentar colectiva.

7 comentários:

Rhodes disse...

Bravo! O melhor e mais original post desde que o Maior deixou de contribuir para esta causa!

Cheech disse...

Lendário!

Só faltou uma promessa do género: "Trago Milhões" ou "Lutei muito para que as minhas batotices não vissem a luz do dia.

Grande post.Parabéns.

Diego Armés disse...

:)

Cheech disse...

Para confirmar a minha suspeita de liga viciada, é só ver a data da edição da capa do jornal: Agosto de 2008.

Exijo um inquérito.

HR disse...

Muita bom!

Edson Arantes do Nascimento disse...

Ah Ah Ah!

Rodrigues disse...

Muito boa...
Simplesmente brutal hehehehehe
Parabéns pelo projecto.