segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Gaffes

Escusado será debater a gaffe flagrante da noite de ontem e é por isso que vou destacar outra. Não, a sério, não me falem do pretenso lance do Reyes sobre o Lucho, porque não discuto contactos acidentais em lances que têm continuidade.

Gaffe: o comentador da Sport TV, quando refere que o Hulk estava a "puxar da culatra", devia saber, antes de usar a metáfora, que os heróis não usam armas.

De resto, cheira-me que o Lisandro perdeu a tesão desde que a Marta Leite Castro lhe deu o coice.

Agora serve só mesmo para interpretações de luxo bem capazes de arrecadar o Óscar na próxima gala da Academia.

Ainda assim, tive hoje a visão de que o Jorge Jesus, pelo andar da carroagem, estará a treinar um dos grandes no espaço de dois anos. Bem o merece. A cultura de treinadores em Portugal é a minha novela favorita e o Jorge Jesus será certamente um António Fagundes ou um Tony Ramos.

10 comentários:

HR disse...

Outra gaffe de ontem foi a entrada em cena do Ti Maria, para variar o mais inconsequente dos jogadores em campo.

«A cultura de treinadores em Portugal é a minha novela favorita e o Jorge Jesus será certamente um António Fagundes ou um Tony Ramos.» - muito bom!

Cheech disse...

Penso que o Quique Flores já devia ter criticado o Di Maria tal como fez com o Reyes e com o Balboa.
Aquela jogada em que o Di maria prefere driblar três porcos em vez de largar a bola para o Aimar foi a ultima cena que vi do clássico. Aquilo,para mim,chegou.Já não tinha mais nomes para lhe chamar, o rapaz irrita-me.

Acho muita piadinha ao senhor Jesualdo que depois de ter ganho jogadores quando foi goleado em Alvalade, vê agora um Porto muito forte e que merecia gnhar o jogo quando só se tem de lamentar de si próprio enquanto o Benfica tem-se a lamentar de um árbitro que apita sempre contra o seu clube do coração.
este senhor Jesualdo parece um orfãozinho à espera de ser adoptado por uma familia (de mafiosos).

O jogo na luz com o Braga foi um escandalo nacional e mais uma vez a normalidade voltou a imperar.Agora já ninguém fala...

Rhodes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rhodes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rhodes disse...

Rhodes disse...
Correndo o risco de ser a voz da discordia...

1º- não acho o lance Toureiro-Comandante acidental. Acho que o fair-play do argentino se sobrepos a azelhice do espanhol.

2º- Quanto a herois... se falas dos da Marvel, lembro-me ai de meia duzia que usam armas, ainda que não sejam de fogo. O Punisher e os agentes da Shield - Nick Fury e afins, todos usam das que disparam. Se não estas a falar dos da Marvel, adiante...

Quanto ao resto, muito bom! JJ ao poder!!!

Ainda sobre o classico - vão ver isto que vale a pena: http://bnrb.blogspot.com/2009/02/casa.html

Diego Armés disse...

Epá, eu só acertei em dois resultados? Eu acho que alguém anda a manipular estas contas... Ainda vou remexer nos arquivos do gmail. Senão, mais vale fazer como o Marlon e cagar no assunto... Ao menos, tenho desculpa para pagar a janta.

(Oh Rhodes, ok, o Lucho teve fair-play, por oposição à filhadaputice do compatriota... mas aquilo não é penalty...)

Ron disse...

Sobre heróis:
Referia-me num sentindo abrangente ao herói clássico da Marvel e DC, que geralmente não usa arma com culatra. São válidas as referências do Punisher e Nick Fury, mas ambos pertencem a universos peculiares (o Punisher anda na dele) e são heróis um bocado a puxar para o patife. Mas é bem visto, certamente, ainda que o Hulk não use arma e a metáfora era sobre o Hulk. A minha gaffe é apontada um bocado na palhaçada.

A/C Diego:
reserva a tua energia para as excelentes canções. Deixa a matemática com quem sabe.

Diego Armés disse...

Mais uma jornada assim e eu exijo uma auditoria da Junta de Senadores!

Rhodes disse...

Eu percebi que era gozo. Foi só para ser picuinhas.

Diego Feromona- para mim aquilo é penalty. Ainda assim, faço minhas as palavras da Leonor Pinhão: "O Lucho é mais benfiquista que o Proença!".

Quanto a resultados... o truque é acertar nos palpites! ;-) Mas se queres auditoria, só ser for feita por alguem imparcial e justo, tipo Antonis...

antónis disse...

Estou sempre disponivel sempre para análises imparciais aos galináceos. E justo poderia ser o meu 3º apelido.

Mas senador não, por favor, isso é cena à Mario Soares, personagem pela qual nutro um certo asco...

PS: caro Rhodes, o seu messenger está a tentar propagar viroses