quinta-feira, janeiro 24, 2008

Ao cuidado do Tripeirossos, Kata, e restantes membros da falange da fruta no Meridien...


3 comentários:

Kata disse...

Concluo que a fama do Porto não tem fronteiras nem escolhe classes sociais.

Tripeirossos disse...

O Porto é uma nação carago!!!

PixaComXis Produxões disse...

O gajo gamou a t-shirt a algum árbitro que foi "putanhar" ao Brasil à conta do Apito Dourado!