quinta-feira, dezembro 13, 2007

Descubra as diferenças:



“Deixámos sempre uma boa imagem” – Paulo Bento (12/12/2007)












“Ninguém foi superior a nós” – “El cojonudo”, José António Camacho (4/12/2007)














Tal qual como eu antes já havia preconizado neste espaço, a Champions League ainda é um desafio demasiado exigente para os dois rivais da capital, ao contrário do que acontece com o F. C. Porto que cada ano, se bate de igual para igual com os melhores. Apenas por mera casualidade ou por vicissitudes do sorteio (o que não se aplica no caso do SLB, que com as facilidades que teve até perdeu com todos os seus adversários do grupo), se pode esperar que estes dois grandes cá dentro, mas de 2ª divisão europeia, aspirem a grandes feitos.
Como epílogo de mais uma edição da melhor competição futebolística europeia, resta apreciar as reacções deste dois lideres ás suas respectivas campanhas. Por um lado, Paulo Bento, um treinador a quem, desconhecendo a sua metodologia de trabalho, lhe reconheço qualidades de líder ao nível do seu discurso realista de “pés assentes no chão”, que lhe tem permitido manter-se a cargo de um grande durante bastante tempo, com os poucos recursos de que dispõe.
Pelo contrário temos outro tipo de treinador que há falta de oportunidades na sua Espanha natal (qual Jaime Pacheco à espanhola, como antes Kata o denominou), toma cargo da equipa do seu amigo presidente.
Pois o discurso de “El cojonudo” é patético e incoerente. Tanto realça a incapacidade e limitações da sua equipa quando está na mó de baixo, como profere tamanhas enormidades depois de conseguir ganhar um jogo importante para a Champions, revelando a sua incapacidade para lidar com a vitória. Por casualidade ou não, valeu-lhe um tipo que foi massacrado diariamente durante 3 meses para de repente passar ao crack que sempre foi. Terá sido o suficiente para justificar a barbaridade que proferiu?!! Parece-me que não, principalmente quando 90 minutos antes tinha em risco a continuação na Europa, tal como em risco estaria o seu lugar na estrutura benfiquistinha, pronto a ser tomado por algum treinador de 3ª categoria, companheiro de pândega do presidente. A este grande metodólogo ainda não terão dito que o critério qualitativo das equipas depende de resultados no terreno de jogo, e não de lógicas provincianas.
Esse tipo de discurso e atitude é o passaporte para a mediocridade, aquele em que nós em tempos também recorremos e encheu-nos a vitrina de vitórias morais.
Mas a vida seguirá para aquelas bandas, inundando os seus inabaláveis fieis de infundadas e imbecis campanhas populistas com este tipo de discurso, chegando inclusivamente a afirmar, para os 50 bêbados costumeiros que assistem a mais uma inauguração de uma casa do Benfica, que sem qualquer margem de erro que “daqui a 5 anos seremos os maiores da Europa”, e consequentemente do Mundo, da galáxia, e por aí fora. Mas atenção que o planeta Naboo estará já a preparar uma equipa avassaladora para discutir a hegemonia com o benfiquinha.

É a coerência made in benfica… Um verdadeiro desafio as leis da lógica

8 comentários:

Edson Arantes do Nascimento disse...

(Este texto que está aqui publicado é, ele mesmo, um 'desafio às leis da lógica'.

Passo a explicar: segundo julgo ter visto, o autor inicia a contenda com duas tiradas de dois treinadores diferentes, mas com a mesma mensagem, ou parecida (os direitos de autor estão, obviamente, com JAC, pelo simples facto de ter proferido tais declarações com uma semana de antecedência).

Mais à frente, tentando demonstrar a falta de capacidade motivacional-oratória de JAC, comparativamente a PB, afirma: 'A este grande metodólogo [JAC] ainda não terão dito que o critério qualitativo das equipas depende de resultados no terreno de jogo [se quiseres, posso passar-te o terminal do espanhol, sabichão], e não de lógicas provincianas [reconheçamos: o Balakost é o Prof. Neca]. Esse tipo de discurso e atitude é o passaporte para a mediocridade, aquele em que nós EM TEMPOS [a semana passada, portanto] também recorremos e encheu-nos a vitrina de vitórias morais [nós sabemos, aliás, o Sporting é, claramente, vencedor consecutivo de várias edições da Champions Morais]'.

Como nos demonstraste, as 'metodologias' serão bastante parecidas - daí o 'descubra as diferenças', certo?

Perante tamanha desfaçatez, eu diria que, não fosse a reconhecida mediocridade do autor, estaríamos perante um ensaio brilhante sobre a 'Lei da lógica' - um texto onde, através da capacidade de inverter situações, o pensador demonstraria que, afinal, a 'Lei da lógica' não existe ou, se existe, pode assumir várias formas, por vezes até parecidas (mas com resultados diferentes).

Tal desígnio, porém, está bastante afastado das reais capacidades do proponente que é, na realidade, um perfeito inapto.)

Quem começa uma coisa destas com um 'eu' e um 'preconizado', qual Narciso, das duas uma: ou tem um espelho do tamanho do mundo à frente do nariz (que, por sinal, deve estar todo escafiado) ou então ainda não olhou para a tabela da 'Bwin Liga'.

Eu diria que, apesar de tudo, e dado o historial deste 'timinho' em competições como a Liga dos Campeões (onde, como o Balakost sabe, nunca, jamais, em tempo algum, lograram atingir as meias-finais da competição, sequer), foi uma bela participação do Sporting. Parabéns.

Só mais uma coisa: tinha a ligeira impressão que o fim desta edição da 'melhor competição europeia' seria lá para o mês de Maio.

Pelo que vi aqui, parece que já 'epilogou'.

Ainda assim, obrigado pela informação.

Diego Armés disse...

Não podem fazer 7 pontos e ficar à frente do último classificado, excitam-se logo todos, estes tixas...

PS - Boa resposta, Edson.

Balakost disse...

Pois parece-me que serás um dos 50 que referi anteriormente e que deturpam as coisas a seu bel-prazer, ou simplesmente têm a incapacidade inata para não conseguir contextualizar os acontecimentos.
Ainda que não seja o prof. Neca, seguramente estarei mais habilitado do que tu para discutir o Desporto em geral e o futebol em particular, em todas as suas dimensões.
A tua referência à Bwin Liga, que ainda só vai no primeiro terço, é reveladora da tua ignorância, precipitada por uma euforia imediata e desmedida pelos 5 pontos que levam de vantagem (olhem para cima e não para baixo…), quando “apenas” faltam 18 jornadas. Não reveles tão flagrantemente o teu provincianismo, sim, o mesmo referido anteriormente, principalmente quando a pertinência do post resume-se á Champions League, uma prova bastante particular, no que aos índices de rendimento das equipas participantes diz respeito, ou não fosse o actual campeão da Champions ter feito duas ultimas épocas miseráveis, situando-se actualmente na 10ª posição na liga doméstica. Mas tudo isto já te parece demasiado ilógico, por isso, quando algum dia tiver oportunidade de te ensinar alguns fundamentos básicos que regulam toda uma temporada desportiva, seguramente te sentirás bem mais elucidado.
E sabes bem que não sou medíocre nem inapto, senão não me dedicarias tantas das tuas preciosas letras.

Don Cassola ™ disse...

Obrigado balakost, estava indeciso em quem votar...

Vigilant Side-Kick disse...

Ena, estamos a tentar puxar dos galões!

Balakostalão a deixar implicito a sua formação superior no campo desportivo (ao que o Edson, com a mesma no campo das letras, te poderia dizer que se escreve à e não á, mas ele não é rapaz dessas coisas...), o que não tem nada de mal, mas se tivermos em conta o local onde se trava esta discussão -e gente formada é coisa que não falta neste tasco-, é quase patetico e denota um certo pato-bravismo.

Cutting the crap, e falando só de LC, podemos resumir assim- as tixas, por total e completa culpa da merda de clube que defendem, não são as melhores pessoas para falar da LC, nem esta época nem em nenhuma outra. Vocês limitam-se a uma (não são 3 nem 10, apenas uma) presença nos 1/4 final e o resto resume-se as habituais banalidades do vosso futebol. Primeiro apresentem resultados, depois podemos passar a discutir este assunto com alguem que possa falar disto a sério e não só por ver na tv.

Bom fds!

Luijinho disse...

Não sei se sou eu a postar ou nao, mas recebi a aposta da administração. Abraços

HR disse...

Podia contrapor, dissertar e/ou emendar, mas limitar-me-ei a afirmar que, em qualquer lugar, balakost é MERDA!!
p.s. don cassola: comment certeiro...mas eu nunca tive dúvidas quanto ao sentido do meu voto na sondagem.

Cheech disse...

Gente habilitada a comparar Camacho com Pacheco é algo delicioso.

Não me lembro muito bem do tempo em que o Pacheco exerceu o cargo de seleccionador de algúm país mas penso que teve uma passagem fugaz pela selceção do Botswana mas que ainda assim conseguiu orientar essa maravilhosa equipe até aos quartos final do campeonato do mundo,tal qual,Camacho fez com uma sempre super-promessa-selecção-Espanhola.

Ainda acerca de Camacho, penso que a hipótese de este ter sido alguma vez abordado tanto por FCP como SCP é uma barbaridade saída da cabeça de algum bêbado que está presente numa inauguração de qualquer casa do Benfica.
Ao contrário deste tais 50 bêbados, consigo também imaginar uma inauguração de uma casa do Sporting, presenciada por:
6 ou 7 senhores de bem que aproveitaram para exibir o seu polo Lacoste e para comerem qualquer coisa pois em suas casas não haverá muito mais disponível do que bananas,latas de atúm e um ou outro pickle para acompanhar os jogos do sporting via TV.
Mas cuidado com os habilitados,esses sim,têm a Força com eles.Acho que deram uma lição táctica à seleccção de Naboo....