domingo, janeiro 08, 2006

Uma Questão de Timing

Sinto-me na obrigação moral de parabenizar o Sporting Clube de Portugal pelo genial negócio efectuado recentemente, envolvendo o empréstimo de Wender ao Sporting de Braga.
Se a intenção era fazer rodar o jogador brasileiro, pouco utilizado nos 6 meses que equipou sob o signo do leão, de modo que o mesmo pudesse explanar pelas quatro linhas toda a classe que justificou a sua contratação para a época em curso, assistindo os companheiros e marcando golos de modo a recuperar a confiança perdida, então pode dizer-se que a troca por Abel (que, recorde-se, nem saiu do banco lagarto para realizar exercícios de aquecimento) começou a dar frutos logo à primeira.
Não é, João Moutinho e Túnel?
Não é Caneira e Túnel?
Não é Ricardo - e Túnel?

5 comentários:

Tripeirossos disse...

Quando Wender sai caro, trama-se o leão...
Ao ver a defesa do Sportém até começo a acreditar que a do meu clube se calhar não é das piorzinhas, aquilo não sei se é da cor do equipamento mas tem tudo via verde, é raro o adversário que pára por lá, é só vê-los a partir rins.
Mais uma vez o meu muito obrigado ao Quaresma, se para ficar completo faltava-lhe saber marcar livres, para lá caminha...

Edson Arantes do Nascimento disse...

Desculpa lá, ó Tipeirossos, mas o Quaresma não sabe marcar livres. Hoje aquilo foi à bomba - é encher a barra ao máximo e toma-lá-bolachas, fuça do Zé Mánel, golo.

Diz-me lá outro livre do Quaresma que, mesmo não dando golo, tenha sido bem marcado. Ele só marca livres porque, para além de não haver mais ninguém com jeito para tal é (ou tem sido) o melhor jogador da equipa.

O resto é fruta da (grande) época que ele está a fazer.

Tripeirossos disse...

Caro camarada Edson, Súiça-Portugal,primeiro jogo dos play off para o Campeonato da Europa de Sub-21, se te lembrares desse jogo recordaste concerteza do golo do empate de Portugal.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Eu não me expliquei bem. O que queria dizer é que, na minha opinião, um bom marcador de livres é aquele que sabe variar os lances consoante a inspiração, a colocação da barreira, do guard-redes, que marca golos rasteiros, em força, em jeito - resumindo, aquele que sabe variar os lances.

O Beckham é um bom exemplo ou o Deco - estes fazem golos de toda a maneira e feitio.

O Quaresma marca-os todos iguais, à lá Paulo Madeira. Bola no chão, bomba.

Para mim, isso não é saber marcar livres - ele não tem a técnica de remate e a colocação que alguns têm.

Com a qualidade que ele apresenta parece-me que ainda está muito a tempo.

Tripeirossos disse...

Sim nisso concordo contigo. Na selecção foi em jeito, ontem foi à bomba, com treino pode ser que chegue lá, ou então mesmo que seja sempre à bomba também não é mau desde que seja golo.
O Roberto Carlos é considerado um bom marcador de livres e são todos à bomba, é a sua imagem de marca.